5 aniversários do cinema

Hoje completo 22 anos. Isso muda alguma coisa? Absolutamente nada. Só fico um ano mais velho, mais próximo de morrer, mas continuo sem barba – quando essa porra vai crescer?! – e virgem. Mentira. Virgem é mentira. 22 anos virgem deve ser fim de carreira. Pelo menos isso não. A gente sempre consegue se arrumar, por mais que isso demore às vezes. Mas a falta de barba é verdade. Como também meu lado infantil que continua latente. Digamos que eu ainda gosto de Xuxa, tenho um chaveiro do Woody na minha mochila, assisto O Rei Leão como uma criança repetindo a fala dos personagens e cantando as músicas, tenho uma bolsinha de dinheiro do Ursinho Pooh – mas aí acho que já é viadagem mesmo. Mas parece que um lado de mim parou no tempo. Não só por pertences e gostos, mas pela maneira de encarar e ver certas coisas da vida.

Mas enfim. Uma das coisas mais legais de fazer aniversário é que esse é meio o dia em que as pessoas reservam para expressar seu carinho por você. E ainda que o discurso se repita, há uma notória necessidade de deixar claro o quanto de bons votos está sendo desejado. E é bonito. Já chegaram aqui cantando alto “Parabéns Pra Você”  – meio vergonhoso, mas ok -, anunciaram meu aniversário exatamente às 00h no twitter,  acompanhado de  felicitações com adjetivos como tarado, chato – o carinho é mesmo grande – e inteligente. =) E é um dia que você se sente o centro do mundo, e ainda que, cada vez mais velho, a quantidade de presente diminui, a gente continua torcendo para ganhar alguma coisinha – diga-se de passagem, ganhei muitas coisas legais e cartinhas felizes. =D

Como meus planos de sair, beber, dançar e se jogar terão que ser interrompidos, faço uma breve listinha – só pra não passar em branco – com personagens que já comemoraram seu aniversário no cinema e tiveram dias mais ou menos animados, ou piores, que o meu.

|

C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor
de Jean-Marc Vallée / 2005

Já comentei aqui no blog que este é um dos meus filmes preferidos de todo o sempre. Zac faz aniversário no dia de Natal, e isso acarreta em grandes presentes, mas que nunca o agrada, comemoração com toda a família,  que quase sempre termina em discussões, e esse lado tão verdadeiro e humano é que torna o filme tão especial.

Toy Story
de John Lasseter / 1995

O aniversário de Andy foi o ponto de partida para toda a aventura de Toy Story, afinal, Buzz Lightyear foi um presente. A chegada dos convidados com brinquedos e a investigação feita pelos soldadinhos do que havia por debaixo de cada embrulho são momentos memoráveis da trilogia.

Gata em Teto de Zinco Quente
de Richard Brooks / 1958

O personagem de Burl Ives é quem faz aniversário, mas nada é melhor que Paul Newman e Elizabeth Taylor, que fazem dessa adaptação da obra de Tennessee Williams um filme visceral, tenso, uma bolha que vai se inflando a cada cena e fica prestes a explodir nos últimos minutos. Pelo visto, família toda reunida sempre dá merda.

Reencarnação
de Jonathan Glazer / 2004

Este um filme tão lindo que não entendo o quanto é subestimado. Sempre quando penso em cena de aniversário no cinema, me recordo da sequência que Nicole Kidman chega com um bolo repleto de velas, a única fonte iluminação da cena – ao menos aparentemente. Bem, e como quase nenhuma festa de aniversário dessa lista parece terminar bem, esta segue pelo mesmo caminho.

Efeito Borboleta
de Eric Bress e J. Mackye Gruber / 2004

Efeito Borboleta foi por muito tempo um dos meus filmes preferidos, mas hoje, após revisá-lo, ele realmente não passa de um bom longa cheio de boas intenções. A cena do aniversário é exibida através de uma projeção de vídeo, mas é tão fundamental para a trama que não poderia faltar aqui.

Anúncios

  1. Parabéns! Jeff, tudo do bom e do melhor que a vida tem a oferecer pra você! Andam mesmo te chamando de tarado por ai, rs!

    Dos aniversários, eu só acompanhei 3 – é estranho lembrar de aniversarios em filmes, não? Oui será que sou eu!?

  2. Adorei o post, Feliz Aniversário again! Afinal, seu dia já tá acabando, hehe. Mas vamos ao que interessa: tu tem uma bolsinha de dinheiro do Ursinho Pooh?!? Eu já vi isso? haha, se vi, juro que não me lembro. A parte da infantilidade em você em verdade, incomoda muito pouco, na maior parte do tempo é só fofo mesmo, hehe. E é legal envelhecer sem envelhecer, parece que quanto mais velho a gente fica mais as coisas vão perdendo a graça, é ótimo conseguir manter o gosto pelas coisas como na infância. Desses aniversários que tu citou aí, só vi o de Toy Story, kinda sad, e o de Efeito Borboleta, mas na verdade nem lembrava do de Efeito Borboleta, e vi o filme duas vezes! Mas enfim, apesar, de fofo e inspirado seu post, espero que ano que vem você possa postar aniversários mais felizes! xD

  3. Que foi a pessoa que te chamou de tarado?? Que absurdo!

    Brincadeiras a parte, é sincero e legal esse seu post. É muito bom ver que as pessoas tem carinho por você nesse dia, por isso que eu tbm amo o dia do meu aniversário, costumo dizer que é o melhor dia do ano.

  4. Pingback: Tweets that mention 5 aniversários do cinema « receio de remorso -- Topsy.com

  5. Nossa, você é um pouco mais novo que eu, por essa não esperava, hehehe. Enfim, já te desejei os parabéns, mas não custa deixar de repetir que espero tudo de bom para você, rsrs. Adorei “C.R.A.Z.Y.” em primeiro!

  6. Da tua lista, vi “Reencarnação”, “Toy Story” e “Efeito Borboleta”. E juro que não lembro dos aniversários hahaha

    ps: “Reencarnação” é uma porcaria =P

    • cleber, hahaha pois, é. As pessoas me difamam sem motivo. Muito obrigado. =) E sim, são só 5 filmes não à toa. hehe Tava difícil lembrar. []s!

      Matheus, obrigado, baby! E que bom que gostou. Sobre a bolsinha do Pooh, lembrou né? xD E acho que o cinema não gosta muito de aniversário felizes. []s!

      Robson, quem será né? Seu cara de pau! Exatamente. []s!

      Felipe, hahaha não. A sua é ainda mais fraca que a minha. xD []s!

      Vinni, hahaha, sabe que nem eu? Obrigado de novo. xD E C.R.A.Z.Y. é sempre digno em primeiro. []s!

      Matheus, Reencarnação não é uma porcaria. Quando eu digo que você é “uó” você reclama. xD Reencarnação é a da cena do bolo, que dá merda lá [o garoto começa a falar um monte de coisa]; Toy Story é bem no começo do filme, mostra até um pouco dos preparativos; e Efeito Borboleta mostra na projeção, é ela que o garoto conhece a garota. Lembrou? []s!

  7. Muito legal o post, cara!
    Eu tenho a maior vontade de ver C.R.A.Z.Y, mas nunca deu. E ahco que sou a única pessoa na face da terra que não gosta de Efeito borboleta. Vá entender…
    E feliz aniversário também, claro! O meu tá chegando, é dia 18…

    Beijos cinéfilos! ;*

  8. nossa, fico dois dias no meio do mato sem internet e perco de desejar feliz aniversário no twitter. rsrs
    bem, deixo aqui meus parabéns seguidos de elogios pelo post sincero, engraçado e um tanto quanto inusitado (coisas que acredito serem triviais para você).
    E ‘Gata em Teto de Zinco Quente’ é um dos meus filmes de obras de Tennessee favoritos

    • Marcelle, obrigado! =) Não se preocupe, Efeito Borboleta não é grande coisa. xD ê, somos cancerianos!, parabéns adiantado. E veja C.R.A.Z.Y., não irá se arrepender. []s!

      Alexsandro, hahahaha tá sim. xD []s!

      Luis, hahaha tudo bem, man. Obrigado por tudo que disse. ;) Idem, e só preciso rever Uma Rua Chamada Pecado para decidir qual é o melhor. []s!

  9. rsss… C.R.A.Z.Y. é um exemplo prático do jovem cheio de frustrações, tentando preencher lacunas com os elementos mais diversos. eu era um destes .. assisti muitas vezes cara, viajando com o protagonista em seu quarto com David Bowie no vinil ao fundo..isso antes da minha conversão. cheguei a repetir a cena de virar o cigarro e fingir colocar dentro da boca. CAT ON A HOT TIN HOOF (Acho que é TIN) esse eu engolia, só consigo encontrar essa palavra rssssssss.. Paul Newman na cena da muleta e bêbado vi e revi 5..6..7..8…9..10 vezes.. eu gostava d+ do Paul newman..
    Bergman…. eu, assim como você, .. GOSTAVA MUITO TAMBÉM CARA.. Lembro como se fosse hoje, Quem vai num domingo chuvoso do ano às 20:00 na cinemateca da Vila Mariana do outro lado da cidade, visto que moro na zona leste..assistir Morangos Silvestres, . Acho que se fosse pra tirar 100 mil em uma lotérica eu não iria com tanto gosto como pra ver esse filme. kkkkkk Enfim velho Pra você ver o quanto amava esses filmes e que pra alguém assim simplesmente não querer mais é porque só pode ter encontrado algo MUITO maior, concorda? Abraço amado e ótimo blog!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s