a princesa e o sapo [2009]

The Princess and the Frog, de Ron Clements e John Musker
EUA/2009
nota | 8

Nos últimos tempos – coloca-se aí uns 7 ou 8 anos -,  o cinema europeu e asiático foram a principal fonte de animações tradicionais, no lápis e papel, para o circuito americano – no sentido continental, e não apenas dos Estados Unidos.  Mas por apresentarem um estilo voltado majoritariamente para o público adulto, com histórias maduras narradas através de linguagens estéticas singulares, para os menores de idade, Disney virou sinônimo de Pixar e animação se resumiu à computação gráfica. Se meus personagens animados favoritos da infância são de duas dimensões, os das crianças de hoje, saltam da tela.

O anúncio da Disney sobre o lançamento de uma animação feita a modos vanguardistas tinha então um ar de recordação para alguns e novidade para outros. O marketing ainda imperava com a informação de outro diferencial do desenho: A Princesa e o Sapo possui a primeira princesa negra do estúdio. Notam-se duas verdades ao fim da sessão: 1) a princesa passa mais tempo verde do que em sua cor natural, já que também é transformada em sapo e 2) e mais importante, é maravilhoso ver a Disney voltar à sua tradição no melhor estilo de suas obras clássicas.

Mas não só pelo saudosismo o resultado é positivo. A Princesa e o Sapo possui uma narração divertida e visualmente rica, seja o cuidado  ao recriar Nova Orleans ou ao colorido em cada canção – “Quase Lá” [“Almost There” no original] recebe um tratamento de cores e traços incrível. O aspecto musical, inclusive, é um dos fatores mais atraentes do filme: Randy Newman, responsável por trilhas sonoras de grandes sucessos da Disney, não deixa de remeter ao jazz em seus instrumentais e nem de investir em canções animadas para a expressão dos personagens. E de bons personagens o longa está cheio, com destaque especial ao vagalume Ray.

Fica a satisfação e o desejo que a Disney traga novos clássicos daqui pra frente.

Anúncios

  1. É muito sedutora essa idéia de ver uma animação nos moldes tradicionais, hoje as animações estão num nível em que parecem muito reais, e são muito diferentes das animações que nós crescemos vendo. Adoro Wall-E, Ratatouille, O Incriveís, e até de A Era do Gelo eu gosto, mas quando penso em clássicos da animação me vêm à mente A Bela e a Fera, O Rei Leão, Branca de Neve e os Sete Anões e etc, todas animações tradicionais. Me sinto um pouco velho por isso. Meu sobrinho, por exemplo, terá outra referência, pra ele animação é essa coisa que tem mais de computação gráfica do que de desenho, mas espero que esse estilo de animação sobreviva, não apenas por satisfazer nós, nostálgicos, mas que possa conquistar novos espectadores, porque é um estilo diferente, não ultrapassado.
    O post não é sobre isso, né? me alonguei. Pois é, o filme me pareceu interessante, pelo jeito como você descreveu os personagens e a trama, que parece simples, mas eficiente, me deu vontade de ver. Até porque, a última animação que eu vi, Up, tinha muita tecnologia, vi uma cópia 3D e tudo, mas isso não garantiu o meu envolvimento com o filme, nessas horas é que percebemos como o virtuosismo das novas tecnologias tem importancia limitada.

  2. É muito bom ver tantos elogios a essa animação tradicional, afinal faz muito tempo mesmo que a Disney não entrega um bom filme nesse formato (nem lembro qual foi o último, para dizer a verdade). Bem curioso para ver.

  3. Sempre é bom vê um estúdio voltando as suas origens, e acho que ‘A princesa e o sapo’ foi um ótimo retorno. Tem erros? Sim. Mas ter novamente a sensação de escutar aquelas músicas, vê aqueles personagens e caminhar com a trama que a Disney sabe tão bem fazer, ‘não tem preço’.

  4. Pingback: Retrospectiva 2009: Parte 5 « Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s