músicas do cinema #2

Minhas boas razões para te amar
Por que te dá-las?

“De bonnes raisons” e “Inventaire”, por Louis Garrel e Ludivine Sagnier
| Canções de Amor [2007]

Juro: não falarei em Christophe Honoré no receio até o seu próximo lançamento. Mas para encerrar essa overdose de posts que precisa conter, no mínimo, o sobrenome do diretor, é indispensável a presença de uma  música dentre as tantas excelentes músicas que compõem Canções de Amor, seu filme musical – do início ao fim, desta vez. Já comentei aqui que o longa não me agrada por completo – apesar de achar que uma revisada possa mudar as coisas -, mas com as canções tenho uma relação diferente: ouço o CD inteiro, sem avançar uma única faixa. Optei pelas duas músicas que dão início a obra – assim não há spoilers no vídeo -, presentes entre minhas preferidas do filme, até por serem as mais animadas de todo o álbum. Honoré conduz tudo num estilo Jacques Demy, mas sem a chatice e tédio que o último conferia aos seus musicais. Aqui tudo é muito mais agradável, mais bonito, tanto para os olhos, quanto para os ouvidos.

Anúncios

  1. Tenho que baixar a trilha desse filme, sempre esqueço. Adoro o filme, não é que seja uma obra-prima, mas foi tão agradável de ver que eu acabei ficando com uma ótima impressão, enfim, adoro. Achou a trilha fácil?? Se vc tiver vc me passa o link, please??? brigado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s