oscar 2009 | melhor fotografia

Categorias já comentadas | Melhor Canção Original | Melhor Figurino | Melhor Mixagem e Edição de Som | Melhor Direção de Arte | Melhor Maquiagem | Melhor Montagem

oscar_fotografia

Sinto em dizer isso, mas meu pequeno senso de justiça e imparcialidade me obriga: O Cavaleiro das Trevas não deveria estar entre os finalistas. Sua fotografia cumpre a função, há alguns frames visivelmente admiráveis [como qualquer um em que Batman esteja no topo de um prédio ou sobrevoando a cidade] e sua paleta de cores – a sombra, neste caso – reflete o terror em que Gotham e os personagens estão imersos, enquanto que a luminosidade excessiva em algumas cenas criam um visual interessante. A Academia em seus esquecimentos constantes ignorou o longa de Fernando Meirelles de toda a premiação e a fotografia coerente e ao mesmo tempo bela de César Charlone para Ensaio Sobre a Cegueira ficou de fora. Clint Eastwood sabe filmar qualquer história e, novamente, Tom Stern carrega seus quadros com uma fotografia que valoriza a sensação de cada ambiente, resultando num longa, problemático ou não, visualmente irretocável. Curioso é já ter realizado parcerias melhores com o diretor e nem sequer ser reconhecido pela Academia, portanto não vejo vantagem para A Troca. O mesmo vale para Roger Deakins, que – coitado – sairá de mais uma cerimônia com as mãos vazias – e isso não era para ter acontecido, sobretudo,  em 2000, quando concorreu com uma das melhores fotografias preto e branco vista num filme [neste caso, trata-se de O Homem Que Não Estava Lá] e 2008, com uma indicação dupla para O Assassinato de Jesse James e Onde os Fracos Não Têm Vez que provavelmente dividiu votos da Academia e acabou sem estatueta por nenhuma das magníficas fotografias. Este ano, a indicação foi por seu melhor trabalho recente – talvez junto com Foi Apenas um Sonho -, O Leitor, em que destaco a cena em que o personagem de David Kross visita um antigo campo de concentração, mas sem ignorar todo o  belo trabalho fotográfico do primeiro ato no melhor nível de seu idealizador. E os três longas concorrentes citados não tem a menor chance pois  a disputa se concentra entre O Curioso Caso de Benjamin Button e Quem quer ser um milionário?. São dois trabalhos magníficos e completamente diferentes entre si. Enquanto o primeiro passeia por diversos tons conforme o decorrer da história de modo pontual,  as cores vibrantes e intensas do segundo atraem em todo o tempo. Eu prefiro o primeiro, já a Academia, eu não sei.

Trocando em miúdos…

| Os indicados
– A Troca, por Tom Stern
– Batman – O Cavaleiro das Trevas
, por Wally Pfister
– O Curioso Caso de Benjamin Button
, por Claudio Miranda
– O Leitor
, por Chris Menges e Roger Deakins
– Quem Quer Ser um Milionário?
, por Anthony Dod Mantle

| O que mudaria
Sai: Batman – O Cavaleiro das Trevas
Entra: Ensaio sobre a Cegueira

| Meu Oscar vai para…
O Curioso Caso de Benjamin Button, por Claudio Miranda

| And Oscar goes to…
Err… O Curioso Caso de Benjamin Button, por Claudio Miranda?

Anúncios

  1. Acho que foi um dos únicos que realmente aprovou a indicação de “O Cavaleiro das Trevas” aqui. Acho que a atmosfera sombria contribui muito para o resultado, mas o Wally Pfister vai além disso e consegue alguns planos muito interessantes. Prefiro e aposto em “Quem Quer Ser um Milionário?”, mas no bolão colocarei “O Curioso Caso de Benjamin Button” como forte possibilidade da categoria. E se “O Leitor” vencer melhor filme (como alguns absurdamente estão comentando), quem sabe tenha alguma chance aqui…

    • Vinícius, quem está achando que O Leitor tem chances de vencer deve ter tirado umas férias em outro planeta durante os últimos meses. Como disse no comentário, eu gostei muito da fotografia de TDK, bastante até, mas o de Blindness me impactou muito mais. E Vini, você prefere tudo de Slumdog. hehehe! []s!

      Nan, não creio que o Oscar esteja tão certo para Slumdog não; Benjamin Button teve 13 indicações e não vai ganhar nenhuma das principais, já Slumdog deve seguir o caminho inverso. Uma cena que gostei muito de BB é aquela em que ele observa o mar com o seu pai sentados numa cadeira. Uma das minhas preferidas. E a da apresentação de dança da personagem da Cate! []s!

      Marcel, obrigado. E que bom concordar comigo. Nunca é bom estar sozinho. xD []s!

  2. Bom, finalmente algo que eu realmente entenda melhor. haha
    dos filmes que eu vi, com certeza quem ganha, para mim, é Benjamim Button. Tá que a fotografia não fora totalmente original, mas foi impressinante a paleta de cores em algumas cenas. O que mais me chamou a atenção no filme foi a marcação em disposição das cameras… achei de uma genialidade imensa…
    ‘Quem quer ser um Milionario’ tb nao fica para tras… mas por mim, nao ganharia… Não duvido mesmo que o Oscar vá para ‘Quem quer ser um milionario’, (in)felizmente.
    Bom, nunca gostei das premiações da Academia… quase sempre achei mto injusto!

  3. eu gostei mto de “blindness” e obviamente sua fotografia é um dos maiores atrativos do filme. planos, cores vibrantes, composição. acho que slumdog leva a melhor.

  4. Jeff, bem lembrado a fotografia de “Blindness”. Mas já imaginava que o longa não teria chance alguma na premiação. Se eu tivesse esse poder, daria a estatueta para “Quem Quer Ser Um Milionário?”, apesar de gostar do trabalho de Tom Stern em “A Troca”.

  5. Slumdog na cabeça…. E ótima lembrança acerca do filme de Meirelles. Um dos poucos prêmios que o flme “Ensaio Sobre a Cegueira” se encaixaria com perfeição seria mesmo este aqui. Adoro o trabalho de fotografia de “Batman”, acho que “A Troca” é que deveria ser trocada… ;) Trocadilho podre.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s